Muitas mulheres não fazem ideia de que existem vários tipos de mamilos (mamilo invertido, normal ou plano), e que é super importante saber qual é o seu, pois isso pode afetar diretamente a amamentação. Invertido, plano e normal. Estes são os quatro tipos de mamilo existentes.

Descubra qual o tipo do seu mamilo e aprenda a corrigir eventuais problemas para garantir um aleitamento tranquilo.

Como saber qual o tipo do meu mamilo e como isso pode atrapalhar na amamentação?

Para saber que tipo de mamilo você tem é bem fácil: com ajuda dos dedos indicador e polegar, faça uma espécie de “C” e suavemente aperte a região da aréola. Observe o formato do seu mamilo e confira:

Mamilo normal ou protuso

Se o seu mamilo ficar com o bico proeminente, e rígido quando estimulado, você possui um mamilo protuso, que é comum. Se caso for muito largo, o bebê pode fazer a pega de maneira errada, sugando apenas o mamilo – o que pode causar fissuras. Caso isso aconteça, amamente eu posições diferentes, evitando que a criança mantenha a pega errada.

Mamilo Plano

Caso o seu mamilo for nem “para fora” nem “para dentro”. Uma dica, é fazer o uso conchas preparatórias para formar o bico desde o início da gestação. Ou, antes de amamentar, “pince” a aréola com os dedos. Essas dicas vão te ajudar a formar um mamilo e facilitar a pega correta.

Mamilo Invertido ou pseudoinvertido

Também chamado de umbilicado, é voltado para dentro. O bicopode ser “extraído” aos poucos com as mesmas técnicas usadas no caso dos planos. O pseudoinvertido tem a mesma aparência. Mas ao ser estimulado fica proeminente.

mamilo invertido

Até hoje não se encontrou provas que exista qualquer predisposição genética, que determine qual o tipo de mamilo que a mulher tem, assim como qualquer influência externa, como o tamanho dos seios.

Hoje em dia temos uma infinidade de produtos específicos, para auxiliar as mães no momento da amamentação, independente do formato do mamilo.

Conchas de amamentação: são formadas por duas partes redondas feitas de plástico rígido, colocadas embaixo do sutiã. A que fica em contato com o seio tem um furo para encaixe do mamilo e pressioná-lo para fora. Já a que se fixa sobre essa tem espaço para, no pós-parto, coletar o excesso de leite (que deve ser descartado) e furos de ventilação. As conchas ajudam a corrigir o mamilo invertido ou plano desde a gravidez e têm de ser lavadas e fervidas diariamente. Use-as o quanto quiser, mas retire-as para dormir.

Corretor de mamilo: funciona como uma bomba que “suga” o mamilo. Pode ser usado todos os dias por baixo do sutiã, por até duas horas.

Bicos de silicone: deve ser usado durante a amamentação, caso os seios tenham fissuras dolorida sou o bebê não consiga sugar. Mas eles devem ser sua última alternativa, uma vez que a criança pode confundir os bicos e recusar o da mãe depois.

O que realmente importa é manter a calma e fazer com que esse período de amamentação seja confortável e prazeroso tanto para a mãe, quanto para a criança.

Deixe um comentário.